Psicologia das cores - ótimas dicas para seu projeto!

  Psicologia das cores - ótimas dicas para seu projeto!


Guia de cores emoções




Psicologia das cores

A psicologia das cores é fundamental para o design, o marketing e a vida cotidiana. Por isso é tão importante entender o significado das cores e como podemos usar uma cor específica em nossos projetos. Saber usar as cores corretamente é uma estratégia poderosa porque elas afetam diretamente a todos, no âmago de nossas emoções.

A pesquisa mostrou que:

84,7% dos consumidores acreditam que a cor do produto é mais importante do que outros fatores;


93% das pessoas avaliam a cor do produto no momento da compra;


Mais da metade dos consumidores se recusa a comprar um produto porque ele não tem sua cor favorita.


Assim, as cores são uma forma eficaz de transmitir uma ideia, mensagem ou mesmo na hora de criar uma marca ou produto. Existem algumas regras de cores exigidas no mundo do design para combinar seu projeto, produto ou marca com a peça certa.


Fizemos um pequeno gráfico com as características das cores primárias. Confira abaixo!


Tons quentes e Tons frios


Psicologia das cores: O que você precisa saber


 Psicologia da cor azul

Uma cor que quase todo mundo adora. A cor azul transmite calma, serenidade e confiança. Está associado ao mundo de forma menos clara do que o branco. Em projetos de design, cores claras transmitem relaxamento, cores brilhantes rejuvenescem e cores escuras - força, segurança e credibilidade.


Psicologia da cor verde

Representa crescimento, renovação, cooperação, proteção e segurança e possui muitos atributos. Os relaxantes azuis também incluem um pouco de energia amarela, que pode criar um efeito de equilíbrio e harmonia em projetos de design. Acredita-se ser uma cor que abre possibilidades.


Psicologia da cor Preto

e confiável para todos. Eles são amplamente associados a poder, elegância e formalidade. Mas também morte e poderes ocultos. Devido à sua neutralidade e legibilidade, é usado na impressão e em outras partes do design. Dependendo das cores que acompanham, podem ser discretos, modernos, elegantes e sofisticados.


Psicologia da cor roxa

Uma das preferidas dos adolescentes, essa cor apresenta um vermelho sexy e um azul calmo. Ele reflete dignidade e nobreza, bem como criatividade, misticismo e imaginação. Os tons escuros estão principalmente associados à riqueza e luxo, enquanto os tons mais claros são românticos e primaveril.


Psicologia da cor vermelho

As cores quentes expressam motivação, atividade e desejo. Está associado ao calor, fogo, excitação e violência, assim como ao amor e à paixão. No design, pode ser usado para  ou chame a atenção para detalhes específicos. A versatilidade em tons claros sugere energia, enquanto nas cores escuras um look forte e elegante.


Psicologia da cor amarelo

O mais claro entre as cores quentes. A cor mais semelhante à cor do sol, por isso geralmente está associada à luminosidade, Prazer, brilho e alegria. Tons mais escuros e amarelos dourados dão aos designs um visual vintage, enquanto os tons mais claros e suaves criam uma sensação mais calma do que os mais brilhantes.



Psicologia da cor Branco

Como o preto, o branco tem a vantagem de poder ser usado com qualquer outra cor e indicar tanto frio quanto calor, dependendo das associações escolhidas. Seu uso geralmente indica pureza, pureza, virtude, simplicidade e segurança. Em projetos, é amplamente utilizado como fundo para destacar outras cores.


Psicologia da cor rosa

Jovem, engraçado, sexy e apaixonado. Tem a energia do vermelho sem a agressividade inerente a esta cor. É protetor, gentil e nutritivo: está amplamente associado ao romance e à ternura. Feminilidade e saúde. Em projetos de design, como o vermelho, serve para acentuar a atenção.

para completar esse artigo assista esse video aula psicologia das cores 


AbrirFecharComentários